Talk about Lana | A minha inspiração - Vintage Girl

18 janeiro, 2018

Talk about Lana | A minha inspiração

Olá meus amores hoje quero falar-vos sobre a minha inspiração para criar este blog, sobre uma grande inspiração para a minha vida em geral, sobre uma pessoa que sem me conhecer se tornou como uma  espécie de alma gémea para mim.

Sim, estamos a falar da Lana Del Rey!


A Lana ( Elizabeth Grant ) é uma pessoa com pensamentos e opiniões extremamente parecidos com os meus, o que no inicio em assustou quando a comecei a "conhecer" melhor pois em todas as frases que ela citava lá estava eu a ouvir um bocadinho de mim.
Eu sei que ela não é tão famosa como a Beyoncé, a Shakira, o Justin Bieber, e todos esses que são conhecidos pelo mundo e arredores... Mas é a única artista que realmente consigo idolatrar de alguma forma.
Torna-se difícil enumerar as qualidades que lhe encontro.
Adoro primeiramente o timbre da voz dela, que é melodioso e ponderado. As suas musicas são algo fantástico, todas as letras e melodias dela transportam-me para um "eu" que se camuflava muitas vezes dentro de mim, sem necessidade. Quase como um método de protecção interior. 
Depois, e não menos importante, adoro a sinceridade com que ela retrata a sua vida, o seu psicológico e o seu Eu interior no papel onde escreve. Adoro o facto de ela escrever nada mais e nada menos do que aquilo que sente. 
Mais do que uma boa cantora de Blues ela é para mim uma compositora de excelência e consegue passar em rigor todos os sentimentos que lhe vão no peito para o peito de quem a ouve com atenção.
Descobri com ela que amava os Blues, mas também descobri que toda eu havia sido transportada de uma época na qual não me insiro neste momento. Aquele estilo vintage, retro, sensual e suave... É tudo aquilo que ela transparece e é tudo aquilo que hoje sei que sou. 
Descobri com ela, ao fim de tanto tempo sem me encontrar exactamente, que a moda do clássico, das belas roupas retro que passei a apreciar como sendo as melhores roupas que já alguma vez vi, eram o meu verdadeiro estilo. Finalmente sabia aquilo que me corria nas veias e queria estrondosamente mostrar isso ao mundo. 
Depois de ter ganho a auto-estima que me faltava na pele, tudo se tornou mais simples e mais leve na minha vida, e de alguma forma tenho que lho agradecer pois embora não tenha feito nada para isso, sem querer fez tudo.
Sinceramente não sei como é que alguém com tanta alma no sitio certo teve tanta dificuldade em subir como ela o teve. 
E quando comecei a valorizar-me e a permitir-me um pouco ser eu própria, comecei a escrever. 
E foi assim que surgiu o meu Blog: foi a junção da minha vontade de partilhar com a vossa receptividade em me aturar e ler todas as coisinhas que eu posto. E agradeço-vos de coração todo o apoio que me dão na presença, nas ausências (que eu sei que não tenho estado a 100%), nos novos projectos, nas mensagens e incentivos que me mandam... Quero agradecer inclusive a quem tem falado mal de mim desde que comecei a escrever no Blog e ás pessoas que dizem que agora me considero "famosa" ou "mais do que os outros. Porque são essas criticas que me fazem querer continuar a ser eu própria e a fazer o que amo. Percebe-se que há algo de bom quando começa a haver muitos comentários invejosos à volta. 
Mas voltando ao assunto Lana, gostava de partilhar com vocês um bocadinho daquilo que são as minhas musicas preferidas dela no momento para vocês perceberem que realmente está ali um vozeirão que não é brincadeira. Por isso vou deixar-vos aqui "meia dúzia" de links para vocês espreitarem. Por favor, rendam-se. 

 Lana Del Rey - Carmen

Lana Del Rey - Shades of cool 

Lana Del Rey - Blue Jeans

Lana Del Rey - Video Games

Lana Del Rey - White mustang

Lana Del Rey - Without You

Lana Del Rey - Ride



2 comentários:

  1. Olá tudo bem? Conhecia muito pouco da Lana del Rey, mas acho muito bom termos uma pessoa que nos inspira a algo e não não é coisa maluca ou assim algo do género. Quando li a parte das pessoas que falam mal de ti por isso e por te achares grande, eu só acho que deviam calar-se tipo cada qual tem a sua inspiração em coisas diferentes ,ninguém é igual, e como diz o outro não gosta azar não nasci para agradar ao mundo. Por isso não ligues aos outros. Parabéns pelo post gostei muito, um beijinho
    Www.meanddiamond.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo completamente contigo boneca, temos de ser nós mesmos e ignorar as bocas alheias! Se gostássemos todos do azul, o que seria do amarelo? Já agora, o que achas das musicas dela? Uma beijoca :*

      Eliminar